Com o objetivo de unificar conhecimentos, trocar informações e avaliar possíveis interconectividades, cerca de 50 profissionais que atuam em diferentes projetos da Coordenação Geral do Clima (CGCL), do Ministério de Ciências, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), reuniram-se nesta 4ª feria, (05/02), em Brasília/DF.  Parceiros do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) também foram convidados para o evento.

Os parceiros coexecutores do Projeto CITinova-MCTIC – Agência Recife para Inovação e Estratégia (ARIES) e Porto Digital, Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), Programa Cidades Sustentáveis (PCS) e Secretaria do Meio Ambiente (SEMA/GDF) – tiveram a oportunidade de um primeiro contato e uma visão global com as principais iniciativas da coordenação.  

Márcio Rojas, coordenador da CGCL, abriu a Oficina destacando que este será um ano “muito desafiador, com várias entregas importantes, expansões e novas atribuições”. Rojas ressaltou a importância de a equipe CITinova ter conhecimento dos demais projetos da área: “As iniciativas conversam de forma muito aderente umas com as outras e esta é uma oportunidade para potencializar e otimizar esforços”.

Durante toda a manhã, cada temática foi apresentada aos 50 participantes. “Esta é uma das maneiras mais modernas de gestão”, afirmou Sávio Raeder, diretor do Departamento de Políticas e Programas de Ciências (DEPPC), da Secretaria de Políticas para Formação e Ações Estratégicas (SEFAE).

Apresentação dos Projetos

A parte da tarde foi dedicada a rodas de conversa, visando a integração para esclarecimentos, trocas de experiência e otimização de esforços tecnológicos, de conhecimento, de aproveitamento de dados, de oportunidades e de compartilhamento de necessidades.

Rodas de conversa entre os 50 participantes

Foto de abertura Marcela Aboim Raposo, Andréa Araújo e Márcio Rojas (CGCL), e Sávio Raedler (DEPPC)

Leia também